Tove Lo Brasil » Arquivo » Billboard publica carta especial escrita por Tove Lo à comunidade LGBTQ+
Billboard publica carta especial escrita por Tove Lo à comunidade LGBTQ+
Postado por João Victor em 09.06.2018

Como é de conhecimento da grande maioria, o mês de junho é o mês do Orgulho LGBTQ+, onde é realizado a maioria dos eventos de suporte ao movimento igualitário por todo o planeta. Em virtude disso, a Billboard está publicando todos os dias uma ‘carta de amor’ (Love Letter) destinado ao público em questão, escritas por vários artistas diferentes.

Tove Lo foi escolhida para escrever uma delas, a qual foi publicada no dia 6 de junho. Leia-a:

Eu sou uma mulher bissexual, que cresceu na Suécia liberal, com pais muito liberais. Eu tive sorte. Eu sempre me senti livre para explorar minha sexualidade tão pouco ou tanto quanto eu queria. A heterossexualidade ainda era a regra em minha volta, então eu lembro muito bem quando eu pensava “Eu olho muito para as meninas também, não apenas para os meninos“. Eu me lembro da primeira vez que fiquei com uma garota. Eu lembro das minhas fantasias com garotas. Eu me lembro da primeira vez que fiz sexo com uma garota. Eu nunca havia contado para meus pais ou meus amigos. Eu apenas fiz o que eu queria com quem eu quisesse. Eu sempre me senti diferente (por várias razões), mas nunca me senti envergonhada ou culpada ou como se houvesse algo “errado” comigo. Como eu disse, tive sorte.

Eu percebi o quão sortuda fui depois de crescer, por me tornar uma artista, viajar pelo mundo e conhecer a comunidade LGBT por todo o mundo.

Eu percebi depois de ouvir as histórias de meus amigos e fãs. Muitas delas felizes, emocionantes e engraçadas, mas muitas, se não mais, tristes, desoladoras e enfurecedoras.

Percebi o quanto de bravura e força são necessárias todos os dias, em uma sociedade cheia de tanto ódio, apenas para ser livre para amar. Livre para ser você.

Não deveria ser uma luta, mas é. É uma luta contra todos que pensam que têm o direito de dizer quem você pode ou não pode amar. Como você pode ou não pode se vestir. Qual banheiro você pode usar com base em como eles definem você. É uma luta pelo seu direito de se definir.

Há muitas maneiras de lutar, eu amo fazer isso através da celebração. Eu me deparei com muitos ignorantes puritanos, que pensam que o PRIDE (parada LGBTQ+ americana) não é nada além de uma grande festa de dança cheia de glitter, arco-íris e tangas (O QUE HÁ DE ERRADO COM ISSO ?!). Eles não entendem que é a maneira mais brilhante e surpreendente de fazer as pessoas se sentirem incluídas e aceitas por quem elas são e querem ser. Eu sei o que eu faço. Eu não posso esperar que essas pessoas percebam. E quando o fizerem, serão recebidos de braços abertos. Porque quando se trata de amor e aceitação – a comunidade LGBTQ está em baixa.

O apoio que recebi da comunidade LGBTQ significou o mundo para mim. Todo show que eu realizo, toda vez que alguém joga uma bandeira do arco-íris no palco, eu a pego, aceno e toda a multidão vibra tão alto que nem consigo ouvir mais a música – sinto-me mais livre do que nunca. Eu agradeço por isso.

Eu vejo uma comunidade que todos os dias tem que lutar pela liberdade. Lutar por amor. Lute para não ser julgado ou abusado. Eu vejo uma comunidade que ajudou muitas pessoas com dor a curar, a tratar suas cicatrizes e não apenas a se aceitar, mas também a aprender a amar a si mesmas. Isso é fodidamente poderoso. Obrigado por seus corações abertos, sua coragem, sua força, sua capacidade de ofuscar o ódio com amor. Você me inspira todos os dias.

Sua querida, Tove Lo.”

A cantora se apresenta amanhã (10) como atração principal da Parada LGBTQ+ de Los Angeles. No dia 23 junho, é a vez da festa PRIDE de Nova Iorque receber o show da cantora sueca.

Tove Lo Brasil © 2014 - 2017
Layout e codificação por JOÃO VICTOR OLIVEIRA